• tags

  • objeto

  • Além de algo inanimado, o objeto na arte pode significar diversas coisas. Desde elementos utilitários (como relicários ou castiçais de arte sacra) até uma criação tridimensional construída por um processo diferente dos escultóricos tradicionais. Podem ser encontrados já prontos (ready-made) ou sofrerem intervenções. Enquanto uma categoria técnica e artística, “objeto” se relaciona diretamente aos sentidos gerados para ser compreendido como arte – o que, no fim, não é muito diferente de outros procedimentos artísticos.


  • MAR

  • Leopoldina, Princesa da Independência, das Artes e das Ciências

  • Zipper Galeria

  • Felipe Seixas – (I)matérico Presente

  • MIS SP

  • Pontogor – Frente à Realidade, Desisto

  • Galeria Luisa Strina

  • Thiago Honório – Solo

  • CCBB RJ

  • Abraham Palatnik – A Reinvenção da Pintura

  • Galeria Bergamin & Gomide

  • Fabio Mauri – Senza Arte

  • Galeria Lume

  • Nazareno – A Experiência Geográfica

  • Itaú Cultural

  • Coleções Brasiliana e Numismática

  • Centro Cultural Cartola / Museu do Samba

  • 100 Anos do Samba

  • Pinacoteca

  • Arte no Brasil: Coleção Roger Wright – Anos 60

  • MAC USP

  • Visões da Arte no Acervo: 1900-2000